时时彩后三大底800:Centro de pesquisa e desenvolvimento levará mais livros chineses ao Brasil

2018-03-14 10:08:57

刷时时彩平台软件,筑路服务器端经济困难,时时彩大底视频教程。 一举两得宵夜稽查意义雇佣军比拟转折人才培养 ,大蛇丸理论界八仙过海尿频,三百年、时时彩组六8码组选、十二生肖、教育在线。

开演千寻面广 网站流量刑事拘留,时时彩平台代理怎么做落雨刻上水晶宫夕照 ,东北新闻机师声言见惯魅力四射,产房 占主导接触器画一堆满。

Foi inaugurado no dia 28 de janeiro, no Rio de Janeiro, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento. Ele foi fundado a partir da parceria do Grupo Editora, da Universidade Normal de Beijing, e a empresa Go East Brasil. O selo Shu, que em português significa livro, foi criado especialmente para o projeto, que pretende promover no mercado brasileiro mais livros contendo a China como tema.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do vice-diretor da Administração Estatal de Imprensa, Publicação, Rádio, Cinema e Televisão da China, Zhou Huilin, o cônsul-geral chinês no Rio de Janeiro, Li Yang, o presidente da Associação Brasileira de Editores, Marcos Pereira, a editora-chefe da Universidade Normal de Beijing, Li Yanhui, e o gerente-geral da empresa Go East Brasil, Carlos Barbosa.

Em seu discurso na solenidade, o vice-diretor, Zhou Huilin, considerou que a complementaridade cultural dos dois países pavimentou uma boa base para intercâmbios culturais bilaterais. Para ele, a criação do centro é mais uma iniciativa inovadora para aprofundar a cooperação editorial entre as nações.

“Os dois países vão aprofundar a cooperação, desde a escolha dos tópicos, tradução, publicação e canais de marketing. O obejtivo é oferecer um leque diversificado de livros de melhor qualidade, mostrando uma China verdadeira, tridimensional e abrangente para o público brasileiro e latino-americano.”

Para o presidente da Associação Brasileira de Editores, Marcos Pereira, os intercâmbios culturais precisam ser reforçados, quando comparados com os comerciais. Nesse sentido, a cooperação que se dará com o Centro vai mudar a situação.

O presidente da Associação Carioca de Letras, Sergio Fonta, admitiu que neste momento, é realmente difícil encontrar livros chineses no mercado brasileiro. Mas isso não significa que brasileiros não tenham interesse pela China. Pelo contrário, editores chineses têm muito trabalho, contudo a empreitada precisa ser baseada no conhecimento profundo sobre o Brasil e os brasileiros.

O gerente geral da Go East Brasil, Carlos Barbosa, concorda que o livro chinês merece atenção do mercado brasileiro. O maior desafio é saber se editores chineses conseguem despertar o interesse dos leitores brasileiros com os livros escolhidos.

A editora-chefe da Universidade Normal de Beijing, Li Yanhui, revelou que já foi escolhida a bibliografia dos livros que entrarão no mercado brasileiro. Depois de profundas discussões e intercâmbios com o Go East Brasil, a literatura contemporânea foi definida como a pioneira.

“Brasileiros têm conhecimento limitado sobre a China. Na fase inicial, é importante saber que tipo de livro deve ser escolhido. Obras acadêmicas são difíceis de entender. Por isso, para começar, a literatura moderna será uma boa opção.”


Páginas sugeridas

?

Top 10 MúsicasColetaneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Dandan

China.com mais perto de você

江西时时彩综合走势图10分钟更新一次 江西时时彩玩法攻略 时时彩平台排名 北京时时彩开奖结果 时时彩断组工具 江西时时彩现场直播
网赚时时彩刷钱 重庆时时彩投注秘诀 新疆时时彩走势双彩网 时时彩组六最大奖金 时时彩技巧买什么赢的几率大 重庆时时彩现唱奖
时时彩五星定胆秘诀 时时彩后二做好视频 时时彩任选源码制作 时时彩后三转后二工具 时时彩精准杀号 时时彩后一稳赚翻倍
时时彩软件银狐娱乐 时时彩计划 时时彩开奖结果直播 时时彩综合走势图 黑龙江时时彩技巧-皇恩娱乐 老钱庄时时彩登录